entre em contado através

Allan Jonathan

Allan Jonathan
"Agradeço o Senhor meu DEUS por Me Fazer Sorrir.. Agradeço Pelo Brilhos dos meus Olhos... Agradeço DEUS Pelo Seu Sorriso estampado em meu rosto... Por Me Fazer Acreditar Que Sou Capaz! Por Me Fazer Acreditar Que Existem Pessoas e Pessoas... Agradeço por passar sorrindo cada preconceito , humilhação , descriminação e pelos desafio das lutas. Agradeço por colocar em minha vida pessoas boas de coração. Agradeço por ter a minha família que me faz acreditar num mundo maravilhoso. Obrigado... Simplesmente Obrigado...E muito obrigado por eu ser ESPECIAL, Que Deus nos Abençoe Sempre..."

Ouça musica, dance e seja feliz

quarta-feira, 25 de abril de 2012

COMO SER MÃE DE UMA CRIANÇA COM DEFICIÊNCIA














ESTA SOU EU

Meu nome é Rosana reis, sou uma brasileira,
Nascida na cidade de Guarujá, em 08/05/1973,
Casada com Marcelo Santana e tenho um filho chamado Allan.
Profissão diarista.

MINHA HISTÓRIA

Um dia eu indo para escola me apaixonei pelo Marcelo com 13 anos em 1986 eu passei a conhecer começamos a namorar
Aos 15 anos eu engravidei e no dia 15/12/1989 eu dei a luz ai veio à notícia que meu filho teve falta de oxigênio no cérebro

COMO ENCARAREI A REALIDADE

Vou falar como é ser mãe de uma criança com deficiência.Quando eu fiquei grávida com 15 anos tive uma gravidez normal fazia planos e desejava ter um bebê com saúde e perfeito como é o desejo de toda mãe!
Mas o destino estava me reservando algo que eu ainda não o conhecia no dia 15/12/1989
Dei a luz um lindo menino
Que na hora de nascer não teve o atendimento correto
Por falta de oxigênio no cérebro ele foi para o balão de oxigênio e seus problemas se agravaram a sua visão por pouco foi atiginda
E ele ficava com os olhos praticamente brancos foi um desespero, pois os médicos informaram a minha família que meu bebê seria- semi - vegetativo e não enxergaria!

Como aceitar aos 16 anos.
Achei que Deus tinha me castigado.Até então não tinha colocado em meus braços apenas havia através de um vidro. Mais quando peguei em meus braços percebi que Deus havia me dado um anjo em minha vida!
E que eu tinha que cuidar e me esforçar para ver aquele anjo chamado Allan crescer e ser um filho amado e aceito perante a sociedade.


O começo de tudo:


Comecei a fisioterapia no CRPI e todos os procedimentos foram feito. Quando ele tinha meses.
Comecei a fazer todos os tratamentos e exames que os médicos me pediam.E  fui colocando a musica na vida dele!Para ele saber os sons, e fui vendo que ele reagia com os toques e eu estava obtendo resultados e quando todos não acreditava na possibilidade de melhora dele eu acreditava.
E o meu coração de mãe não se enganava meu filho não iria ser semi vegetativo  e enxergaria!
Mesmo vendo ele com os olhos brancos, porque as pupilas
Não aparecia foi quando começou a minha luta procurei todos os tipos de oftalmo e neurologista
E quando foi um dia um deles me informou mãe tenho duas notícias para lhe dar fiquei em desespero
A primeira é que com 06 meses as pupilas (menina dos olhos)
Irão voltarem ao normal e a segunda é que seu filho vai enxergar todas as meninas de biquíni na praia foram uns dos momentos mais felizes da minha vida sair gritando e chorando pelo consultório meu filho enxergar!Mas ainda eu tinha outros objetivos, porque quando ele completou 03 ano de idade ele não sentava e não andava!
E tudo que eles faziam La eu fui adotando em casa e quando um dia o ortopedista me informou que tinha que ser feita um cirurgia, pois ele não ia andar eu me recusei a fazer e fui a procurar outra opinião médicas.foi realizados outros exames comecei os tratamento e as resposta sempre eram a mesma o Allan não iria andar com 02 anos ele ainda não andava, mas era uma criança linda, alegre e só engatinhava guando ele completou 03 anos e 06 meses veio a

A Surpresa

Estava estendendo roupa como de costume olhei e vi o Allan andando fiquei e estado de uma alegria, mas me mantir ve quieta com medo dele se assustar e não caminhar, mas, minha vontade era gritar bem alto e chamar todos. E ele veio ao meu encontro ai você pode imaginar a minha felicidade. E hoje eu te falo que prevaleceu a minha FÉ, a força de vontade de lutar pelo meu filho e eu agradeço a DEUS por nunca eu ter desistido de nenhuma luta! Agradeço a minha mãe que hoje não estar, mas conosco que me deu todo suporte o meu marido Marcelo que jovem na época não nos abandonou e até hoje estar nas nossas lutas e principalmente a DEUS!HOJE meu anjo e filho Allan já é um adolescente é perfeito, pratica esporte vai à escola adaptada a ele freqüenta festa e leva uma vida normal! E eu amo ser mãe dele sou uma mãe coruja e que faz de tudo pela felicidade dele.

A MINHA FÉ

A minha fé foi que fizeste que eu nunca desistisse de nada, foi o que me segura e me incentivava a prosseguir. Mesmo quando me diziam não a minha fé me dizias sim em meio minhas orações mesmo ainda nem sabendo conversar ou clamar a DEUS Ele me ouvia e atendia meus esforços de mãe que jamais desistia de lutar. Graça os tratamentos e a minha fé hoje meu menino desenganado andar e a enxergar. Hoje é um rapaz super ativo e tem a visão melhor do que a minha. Todos os obstaculo só me deixam com mais vontade de ver o Allan progredindo. Tenha fé sempre! A fé lhe renova a cada dia.
  

O Allan é um anjo valente em nossas vidas! 
E nos mostrou que lutar pela vida vale tudo,
  Ele nos faz crescer a cada dia!
E nos ensina todos os dias!
Que quando há amor somos todos capazes!



terça-feira, 24 de abril de 2012

Uma homenagem a Rosana e Allan

ALLAN JONATHAN UM MENINO SUPER ESPECIAL










Allan Jonathan dos reis Félix. Nascido em 15/12/1989 na cidade do Guarujá. O Allan guando nasceu teve falta de oxigênio no cérebro e foi diagnosticado e informado aos pais que ele seria um menino "semi-vegetativo" e que não enxergaria. Os pais foram encaminhados a alguns especialistas no qual o encaminhou para o CRPI aonde ele começou a fazer um tratamento. Com 08 meses o allan já enxergava. Eu a mãe tinha apenas 16 anos na época e com muita atenção eu ficava atenta a todo o tratamento e começei a adaptar em casa de uma maneira parecida com muita fé eu acreditava numa recuperação. Aos 03 anos de idade o Allan que ainda não se sentava e não andava. Começou a progredir e ter uma recuperação muito surpreendente e aos 03 e 06 meses ele começou a engatinha e logo deus seus primeiro passos. Hoje o Allan é rapaz com 22 anos com idade cronológica á 06 anos, que freqüenta escola especial, pratica esporte é um rapaz, comunicativo, faz amizade com facilidade, prestativo gosta ajudar seus amigos nas tarefas e é muito conversador. Amado por aqueles que a conhece. Adora ouvir músicas, sai passear, curtir festas, assistir desenhos. Coleciona cadernos e canetas. Ama a radio Tri fm, namora a Carina síndrome de Down. Seu maior tesouro é a sua família que são presente em sua atividade e faz de tudo para que ele tenha um bom desenvolvimento. Filho único criado com muito amor, Disciplina e com muita orientação Que luta pelos seus direitos e seu espaço na sociedade!

domingo, 22 de abril de 2012

O MEU AMOR INCONDICIONAL DE MÃE E A FÉ.




















O meu amor foi como uma benção cedida por DEUS!
Após o nascimento do Allan Comecei a ter uma força imensa que eu nem imaginava que existia dentro de mim era como se eu fosse uma Leoa! Tudo que eu queria era dar um amor incondicional, era proteger e dar condições digna para aquele ser maravilhoso e indefeso! Que precisava dos meus cuidados foi guando começou a minha procura por tudo que seria bom para ele passei a buscar conhecimento que até então eu não conhecia. Para que ele tivesse um crescimento normal claro que eu sabia das suas limitações mais o amor era de uma força mágica que só quem é mãe sente e não era porque o Allan era especial! Até porque o meu coração de mãe não enxergava uma deficiência e sim algumas limitações que juntos iríamos superar, mas também não me enganava a respeito da deficiência! Sempre acreditei na capacidade ele iria obter com o seu crescimento e eu como mãe tinha que dar todo o respaldo que ele merecia tudo que eu busquei eu obtive êxito! Com amor e dedicação foi percebendo que o meu apoio fazia dele uma criança feliz! Através do meu amor fui buscando o espaço dele na sociedade, os seus direito a ter uma educação brigar por tudo que desrespeitava as condições físicas e mentais dele e fui me adequando a tudo que o fazia melhorar dia após dia. Enfrentando os preconceitos e a falta de conhecimento alheia que nós batíamos as portas como se tivéssemos buscando algo impossível Nunca diga para uma mãe não tem jeito porque o amor que nos possuímos é imenso e ultrapassa barreira supera limites vence batalhas assim que é o meu amor de mãe. O meu amor de mãe me faz querer mais e mais a buscar um mundo digno e sem preconceito e injustiça para todos os filhos não apenas para o meu porque eu seria egoísta. Eu creio que o seu amor também é imenso nunca desista de dar o melhor de si para o seu filho seja ele especial ou não! O amor de mãe para com seu filho consiste em apoiar e incentivar e estar presente em todos os momentos seja bom ou ruim. Dando o devido valor aos pequenos detalhes que no dia a dia deixamos passar por despercebido.

Eu sem ele?Eu não seria feliz se não tivesse o Allan em minha vida
eu tenho certeza que o amor de mãe é ter esperança mesmo guando todos lhe digam não tem jeito
Seguir em frente e desistir jamais!
Sou a MÃE, mais feliz do mundo mesmo com as lutas. Por que as lutas fizeram com que eu crescesse a cada dia. E ser uma mulher de coragem com muita garra de luta. E isso eu agradeço ao meu filho Allan!
SER mãe de uma criança especial é ser especial. Eu não teria motivação para escrever minha história. Eu não teria nada de bom para ter oferecer. Se ele não fizeste parte da minha vida. Eu sem ele seria com certeza uma pessoa completamente vazia e fraca. Com ele eu tenho força para encarar todas as dificuldades que a vida me oferecer
.

sábado, 21 de abril de 2012

mãe de anjo


















SER MÃE DO ALLAN
É receber um presente divíno
É ser premiada com um amor incondicional
É ter um anjo, é infretar lutas que valem apena
É ser amada incodicionalmente
É vencer preconceitos e barreiras
É lutar por objetivos que valem apena!
É saber que ser mãe de um rapaz com deficiência
É ser escolhida por DEUS!
É SER TAMBÉM ESPECIAL
É SER AMADA TODOS OS DIAS
É SER SIMPLESMENTE MÃE !
AMO SER MÃE ESSE anjo chamado ALLAN

Encontro dos amigos especiais do Allan


Olá, eu Rosana Reis venho realizando há 04 anos alguns eventos para adolescentes com deficiência! Aonde eles não pagam convite e nem o que consumem! Sem nenhum tipo de instituição e sim como mãe. O meu trabalho social é feito por amor sem fins lucrativo é por acredita que podemos fazer se existe amor verdadeiro. 
A minha vontade como mãe do Allan que também é especial é levar alegria e entretenimento hás pessoas com deficiência sem acesso ao lazer e que só nos traz alegria! A minha meta é de alcança um número maior de adolescentes com deficiência! Em 2008 comecei com um pequeno grupo que tinham apenas 15 adolescentes, em 2009 já era 35, em 2010 foi aumentando para 48 e agora em 2011 já estamos em 70! Como mãe  e amiga deles eu vou levando as pizzarias, restaurante e evento. Tudo começou em minha casa, Centro comunitários e hoje eu venho realizando os eventos em lugares de qualidade e com muito amor é o que eles merecem! Fora o natal onde eles ganham roupas e etc.E comemoram juntos uma linda festa com o Papai Noel e os padrinhos. Este ano eu não sabia o que fazer por que alguns queriam ir a uma balada. Mas como sabemos a maioria dos lugares não são adaptados a eles! Eles que se adaptam ao local e seria difícil. Condições de ir a lugares por causa das suas limitações!
Foi quando eu tive a ideia de pedi um salão emprestado e obtive êxito ai veio o DJ eu comecei a correr atrás de doações porque eu com uma renda de faxineira não daria para mim, arcar com uma festa grande mas a minha vontade era muito grande de realiza a vontade deles já que muito nunca foram a uma balada e muitos não tinha condições! E fui em porta em porta pedindo refrigerante e etc. e para minha surpresa o jornal da minha cidade abraçou também esta e começou a divulga porque eles viram que eu como mãe não tinha interesse em dinheiro e sim de faze-los felizes e graça a muitos amigos conhecido e não conhecidos este evento aconteceu no dia 29/07 aonde pessoas com deficiência foram os convidados de honra e os principais! Eu reuni os pais e os parceiro para um encontro aonde eles fizesse novas amizades! Minha meta é que os especiais sejam vistos da maneira correta com respeito, e sem aquela história que deficiente é doente ou não tem condições de ir a lugares por causa das suas limitações!
OS ESPECIAIS são iguais a qualquer ser humano tem direito a ser feliz e curtir a vida! 
Agradeço a todos amigos do bem que se esforçam juntos comigo para que os  eventos venham acontecer!






Apresentação 2009

                                                  Natal especial

                                                           Halloween


Pizzaria








Ter amigo especial é ser abençoado mil vezes!!  Eu sou muito abençoada por ter um filho e muito amigos especiais