entre em contado através

Allan Jonathan

Allan Jonathan
"Agradeço o Senhor meu DEUS por Me Fazer Sorrir.. Agradeço Pelo Brilhos dos meus Olhos... Agradeço DEUS Pelo Seu Sorriso estampado em meu rosto... Por Me Fazer Acreditar Que Sou Capaz! Por Me Fazer Acreditar Que Existem Pessoas e Pessoas... Agradeço por passar sorrindo cada preconceito , humilhação , descriminação e pelos desafio das lutas. Agradeço por colocar em minha vida pessoas boas de coração. Agradeço por ter a minha família que me faz acreditar num mundo maravilhoso. Obrigado... Simplesmente Obrigado...E muito obrigado por eu ser ESPECIAL, Que Deus nos Abençoe Sempre..."

Ouça musica, dance e seja feliz

domingo, 12 de junho de 2011

A diferencia de deficiente intelectual(mental). Para doença mental.

O QUE DEFICIENTE INTELECTUAL (mental)?

Deficiência mental não é doença mental, muitos confundem e não sabem a diferença entre deficiente intelectual e doença mental que vem a ser.Deficiência intelectual (mental). O retardo mental refere-se ao funcionamento intelectual. Ao prejuízo na adaptação social. Está presente no nascimento ou ocorrer durante o período de desenvolvimento, em algum grau de deficiência intelectual pode vir a ser permanente. Uma pessoa com retardo mental pode se comportar racionalmente o seu nível funcional dela. Uma pessoa pessoa com deficiência mental é uma pessoa é enquanto for criança, têm que ser tratada como criança. E na sua idade de adolescente ou adulto, têm que se tratada como tal.trate a pessoa com deficiência intelectual de maneira normal e respeitosa. As pessoas com deficiência intelectual são, em geral, bem dispostas, carinhosas e gostam de se comunicar. Gostam de atenção, e dar atenção, de serem elogiadas, de conversar bons assuntos do dia a dia, adoram mostra suas tarefas gostam de fazer novas amizades. A família e os amigos têm que evitar a super proteção. A pessoa com deficiência intelectual deve fazer sozinha tudo o que puder, ajude-a quando realmente for necessário. Jamais “usar a expressão “doente(a)” ou coitadinha(a)” quando for se dirigir ou se referir a uma pessoa com deficiência intelectual.

Doença mental

As doenças mentais são condições clínicas que perturbam o pensamento de uma pessoa, sentimento, humor, capacidade de se relacionar com os outros, e o funcionamento diário. A doença mental não tem nada a ver com inteligência. Doenças mentais graves incluem depressão, esquizofrenia. Transtorno bipolar, transtorno obsessivo compulsivo, transtorno do pânico, transtorno de estresse pós-traumático. Uma pessoa com uma doença mental pode ser muito competente socialmente, mas pode ter um distúrbio de caráter, e variações súbitas. Os transtornos mentais são comuns na população. As doenças mentais podem afetar pessoas de qualquer idade, raça, religião, ou de renda. As doenças mentais não são o resultado de fraqueza pessoal, falta de caráter ou educação deficiente. As doenças mentais são tratáveis. A maioria das pessoas diagnosticadas com uma doença mental grave pode experimentar alívio dos sintomas e administrar os sintomas, participando ativamente de um plano de tratamento individual. Uma pessoa com doença mental pode oscilar entre um comportamento normal e irracional. A doença mental abrange uma grande variedade de sintomas que podem indicar que alguém está com problemas emocionais, tais como: agressividade, mau humor excessivo, desconfiança e suspeita, ou o controle emocional.

6 comentários:

  1. Olá Rosana gostei da visita,espero que tenha lido a minha historia, gostei do texto acima serve para tirar duvidas das pessoas, pois é fácil se confudir realmente, como lhe disse, tenho uma filha que tem atraso mental(sua idade cronológica não corresponde a sua idade mental)hoje ela aje como se tivesse uns 7 á 8 anos,mais tem 14 anos,esta no sexto ano na escola mais não consegue aprender as matérias, pois não grava nada, sabe ler com dificuldades,tem uma letra linda, e a inclusão tem sido tumutuada, mais sei que aos poucos vai dar certo, e o Allan como esta? beijos Thais.

    ResponderExcluir
  2. Olá Rosana adorei seus esclarecimentos acima, derrepente as pessoas começam a ter outra visão sobre esses tipos de pessoas,Thais

    ResponderExcluir
  3. Olá como vocês estão? adorei a explicação acima derrepente as pessoas começam a ver os deficientes com outros olhos, e entendendo melhor as dificuldades de cada um.Gostaria de saber se o Allan estuda e se foi fácil a inclusão para ele ? pois para minha filha tem sido bem desgastante, abraços Thais.

    ResponderExcluir
  4. Olá Rosana como esta o Allan? adorei seu texto acima assim as pessoas podem começar a tratar os deficientes melhor e sabendo respeitar cada um da melhor forma, não sei se você conseguiu entender o problema da minha filha, ela tem atraso mental quer dizer sua idade cronólogica não corresponde a sua idade mental, então acho que por isso sua inclusão escolar tem sido bem desgastante, pois as meninas não querem se relacionar com ela por acharem ela muito infantil, gostaria de saber como foi a inclusão para seu filho? estou caminhando para que as coisas fiquem bem, beijos Thais.

    ResponderExcluir
  5. Olá tenho tentado lhe enviar um recado mais não estou conseguindo, adorei o texto acima, achei legal para as pessoas que não sabem a diferença começar a entender um pouquinho mais, como esta o Allan espero que bem, não tenho tido mais noticias dele por aqui, beijos Thais.

    ResponderExcluir
  6. TAMBÉM SOU MÃE DE UMA CRIANÇA ESPECIAL,E QUERO DIZER QUE VOCÊ É UMA MÃE MUITO CORAJOSA,FORTE,E DE CORAÇÃO PURO!QUE SORTE DO ALLAN TER VOCÊ.PARABÉNS PELA MÃE E PESSOA QUE VOCÊ É!!

    ResponderExcluir